Óculos de sol piratas oferecem riscos à saúde

0

Vice-presidente da Associação do Comércio de Joias, Relógios e Óptica do Rio Grande do Sul (Ajorsul), Eduardo Machado, alerta para utilização de lentes escurecidass.

Na época de veraneio, é comum que vendedores ambulantes tomem as areias das praias oferecendo óculos de sol para os veranistas. Além disso, a procura destes produtos em estabelecimentos comerciais também aumenta. No entanto, o vice-presidente da Associação do Comércio de Joias, Relógios e Óptica do Rio Grande do Sul (Ajorsul), Eduardo Machado, alerta para o principal requisito que deve ser solicitado durante a compra.

De acordo com Machado, mesmo que o consumidor opte em adquirir seu óculos em uma loja comercial, ele deve procurar se informar se o produto oferece proteção contra os raios ultravioletas.

– A lente de boa procedência já oferece esta proteção. No entanto, geralmente as lentes dos vendedores ambulantes são apenas escurecidas, protegendo somente contra a claridade – explica Machado.

Entre as principais consequências da utilização de uma lente apenas escurecida está aceleração no processo de catarata ou contrair a doença de forma precoce, lesão na retina, dor de cabeça e náuseas.

A orientação do vice-presidente da Ajorsul é que os óculos sejam adquiridos em uma loja estabelecida, sejam de uma marca reconhecida e, que o cliente deva solicitar a proteção contra a radiação ultravioleta. O Sindicato do Comércio Varejista de Material Óptico, Fotográfico e Cinematográfico (Sindióptica RS) realiza uma campanha para alertar os veranistas sobre a importância de adquirir produtos de qualidade. A Ajorsul é uma apoiadora da campanha e da causa.

Sobre a Ajorsul

A Associação do Comércio de Joias, Relógios e Óptica do Rio Grande do Sul (Ajorsul) atua no fortalecimento e desenvolvimento dos setores que representa. É reconhecida e respeitada por entidades como o Sindiópticas/RS, Sebrae/RS, Sindipedras/RS, Sedai e a Fiergs, além dos principais órgãos públicos e privados do estado. Tem parcerias estabelecidas no âmbito nacional com entidades como o Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos (IBGM). Os associados têm à sua disposição a infraestrutura, a experiência e a tradição de uma associação consolidada no mercado. Oferece informação, atualização, aprimoramento tecnológico, parcerias e oportunidades comerciais e mercadológicas, fomento e desenvolvimento dos setores representados, além de contribuir para o crescimento da economia e da sociedade do Rio Grande do Sul.

Fonte: PlayPress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.